Peixefauna
Bem-vindo(a) ao fórum PeixeFauna.
Para poder aceder livremente à nossa comunidade, terá que efectuar Login.
Se ainda não é membro registe-se agora.




 
InícioInício  LoginLogin  Registrar-seRegistrar-se  
Aquoporto

 

Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem

Helder Oliveira

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Nome Real : Helder Oliveira
Localização : Zurique, Suiça
Mensagens : 559
Data de inscrição : 12/03/2010
Gostos : 30


MensagemAssunto: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 12:41Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

A Oficina Mágica de Motz ou o Maravilhoso Mundo dos Apistos
Por Hélder Oliveira   Moderador

Convido-vos a uma visita única a um local mágico, diria quase irreal á casa de um criador de Apistogramas onde a simplicidade está acima de tudo apenas a simpatia do Motz é ainda maior.
Imaginem pois, entrar num hall em que se alinham desde logo 20 aquários do tamanho maior (50x50x50). Ao passar pela ombreira de uma porta lá estavam bem alinhadinhos mais 16, estes de criação com 25x18x25 onde populavam alevins de muitas e raras variedades.



Um pequeno corredor leva-nos à sala mas esta galeria de passagem conta com mais 20 aquários de criação. Em plena sala voltam a alinhar em baterias com cerca de 20 unidades grandes, na cozinha, e não para consumo interno, mais baterias. Aqui cerca de 30 aquários ocupando todos os recantos.








Ficou a casa de banho das visitas por ver e uma dúvida me atormenta! Será que o Motz tem lá baterias por cima da banheira?

Como a casa já não permitia ao Motz crescer como criador alugou recentemente um espaço com cerca de 100 m2 onde alinha baterias de criação, na sua maioria com 80x50x40 e as pequenas para alevins, são apenas e só, mais de 80 unidades!







Como puderam ver, a simplicidade dos sistemas é quase franciscana. Estruturas em cantoneira quadrada de ferro com prateleiras soldadas e ou aparafusadas, eficiente, barato e prático.

Tecnologia/ Manutenção:

Bom agora os puristas devem saltar para o ponto seguinte ou tomarem um calmante antes de lerem o que se segue.
Devo referir que a água da rede pública onde reside o Motz apresenta excelentes padrões , mas não aqueles que a precisão matemática nos debita em muitos brilhantes, profundos e científicos artigos publicados no Google. Não, para o Motz a experiência de muitos anos, a dedicação e o trabalho são os motores da sua nave.

As TPA’s são efectuadas com água de uma misturadora de rede em que a sonda térmica de precisão são os dedos do Motz!
Limpeza interna dos aquários, limita-se ao mínimo possível de interferência directa com os peixes. As algas verdes também funcionam como fonte de alimentação em determinados momentos e são sinal de qualidade da água . A limpeza externa de vidros  está longe de fazer parte das rotinas do Motz.

Filtragem:
Aí sim, recorre a complexos sistemas de filtragem desenvolvidos com tecnologias de ponta no inicio do sec. XX . Refiro-me ao sofisticado filtro de esponja alimentado por compressor de ar.
Alimentação:
Pois aqui está a verdadeira magia! Comida viva colectada nos Lagos circundantes desta zona .

Assim a custo zero dispõe de larva de mosquito branca e preta, a vermelha e o tubifex não são utilizados pelo elevado risco de transmissão de parasitas que comportam.

Ciclops, Daphnias, Placton e um pouco de Artémia completam este menu gourmet para as criações do Motz.
Na foto seguinte podem ter noção da distribuição lacustre da região em causa.



Imagem retirada de Google Maps

Motz com uma simplicidade estonteante, sem segredos ou atitudes professorais vai-me explicando como tudo se faz de forma simples e lucrativa. Motz para quem o Apisto é Rei do seu Mundo e o seu ganha-pão, comercializa uma enorme variedade de espécies, fazendo também apuramentos.

Mercado:
Os Apistos não têm qualquer valor no mercado interno na R. Checa, não passam de peixes comuns que, de certa forma, devido à sua vulgaridade se igualaram aos Neons Tetra…
No entanto, a venda directa não deixa de ser uma constante, a sua casa é em muitos fins de semana invadida por clientes austríacos e alemães, vendendo também por atacado para distribuidores nestes 2 países.
Neste contexto de venda directa os exemplares variam entre 2 a 5 euros. Um valor que é significativamente alto para os Checos mas ridículo para os alemães.

Pelos meus olhos passaram uma infinidade de peixes, um mundo incontável. Dizia-me o Motz, “aqui tens cerca de 1.000 juvenis com 3 a 4 cms, ali ainda mais com 1 cm”. Ovos para eclosão, nem vale a pena comentar, peguem numa mão bem cheia de grãos de areia e tentem imaginar quantos serão.

Esta foi a viagem à Oficina Mágica do Motz e do seu Maravilhoso Mundo dos Apistos.

Deixo-vos um segredo: Ele tem mais Mundos Maravilhosos que noutras visitas vos contarei.

Mas se sentirem defraudados com o texto e as imagens, lavem-se na água benta de muitos artigos que populam pelo Google, alguns até estão traduzidos para esta pobre língua.

Sigam as restantes fotos:





























Em duas fotos deste tópico encontram-se mais três outros amigos, dois dos quais foram os protagonistas nas descobertas de Aphyosemion hera e Betta waseri e, bem… fica para um outro capitulo…
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Fernando Bagatelas

Administ.PeixeFauna
Administ.PeixeFauna


Nome Real : Fernando Bagatelas
Localização : Portalegre
Mensagens : 7438
Data de inscrição : 03/07/2009
Gostos : 509


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 13:50Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Boas Helder

Espectaculo :cheers:

E sempre interessante vermos como os grandes mestres trabalham, por vezes noz queremos fazer tudo como mandam os livros e fazemos asneira.

Obrigado por partilhares connosco.

De que e que estas a espera de mostrares o resto.


Um abraço
Fernando Bagatelas
Voltar ao Topo Ir em baixo 

cable-man

PatrocinadorPeixeFauna


Nome Real : Adalberto Pereira
Localização : Tomar - Portugal
Mensagens : 982
Data de inscrição : 01/11/2008
Gostos : 40


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 14:15Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

se nao te importas, e se o gajo explicou, da-me uma luz sobre esta afirmaçao:

"Assim a custo zero dispõe de larva de mosquito branca e preta, a vermelha e o tubifex não são utilizados pelo elevado risco de transmissão de parasitas que comportam."

Em que exactamente é que larvas apanhadas na natureza, sem tratamento, sao umas mais propicias que outras a transmissao de parasitas?
Voltar ao Topo Ir em baixo 

cable-man

PatrocinadorPeixeFauna


Nome Real : Adalberto Pereira
Localização : Tomar - Portugal
Mensagens : 982
Data de inscrição : 01/11/2008
Gostos : 40


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 14:16Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Esqueci-me:

os gajos la nao teem **** Smile
Ja viram a quantidade de aquarios tamanho caixa ****, que o gajo tem la em vidro???

Outra coisa, EXCELENTES FOTOS!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Ricardo Monteiro

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Localização : Porto/Vila Real
Mensagens : 820
Data de inscrição : 02/04/2008
Gostos : 2


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 14:27Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.


Há criadores e Criadores. Wink

Espectáculo!, obrigado por dares a conhecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Helder Oliveira

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Nome Real : Helder Oliveira
Localização : Zurique, Suiça
Mensagens : 559
Data de inscrição : 12/03/2010
Gostos : 30


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 14:44Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Cable,
não sei se entendi muito bem o que queres saber mas, a custo zero, gratis, apanham as larvas nos charcos ao pé de casa.
Quanto ao tubifex e larvas vermelhas, não é novidade!

As larvas de mosquitos brancas ou pretas podes da-las aos peixes apos uma rapida passagem por agua limpa e sem tratamento nenhum.

Quanto às fotos... nem comento...Very Happy de qualquer modo, não foi pelas fotos que o topico foi criado...
Voltar ao Topo Ir em baixo 

cable-man

PatrocinadorPeixeFauna


Nome Real : Adalberto Pereira
Localização : Tomar - Portugal
Mensagens : 982
Data de inscrição : 01/11/2008
Gostos : 40


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 14:49Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

a minha questao é:

as larvas de mosquito brancas e pretas, apanhadas nos charcos, teem menos parasitas que as vermelhas e tubifex apanhadas nos mesmos charcos, porque?

Essa da passagem por agua tem muito que se lhe diga...
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Helder Oliveira

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Nome Real : Helder Oliveira
Localização : Zurique, Suiça
Mensagens : 559
Data de inscrição : 12/03/2010
Gostos : 30


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 15:08Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Isso é um tema para ser discutido num tópico exclusivamente a ele dedicado, e certamente deves ter conhecimento de que parte do mesmo charco vêm as diferentes larvas. Senão não estarias a tentar confrontar-me com essas perguntas disfarçadas...
Se quiseres criar esse tópico, talvez eu passe por lá.

Essa afirmação é bem explicita e conhecida e quanto à passagem por agua, é so meteres as larvas numa rede para o efeito e passar por agua na torneira. Como vês, não tem muito que se lhe diga.
Se quiseres, talvez te consiga uma entrevista com um dos tipos que está numa das fotos acima e que por sinal foi o fundador de uma das maiores empresas europeias dedicada unica e exclusivamente ao fornecimento de comida viva e congelada. Era sapateiro e pobre, fazendo a brutal fortuna que detem apenas com negocio da comida para peixe.
Actualmente é reformado e vendeu a empresa porque nenhum dos 4 filhos quis seguir com o negocio.

Quem melhor que ele para te explicar o que quiseres saber....

Ah, é o tipo que vês de costas voltadas para mim, aquele com a boina na cabeça.
Deve ter idade suficiente para poder ter sido um pioneiro no ramo e talvez tenha conhecimento suficiente para te fazer pensar duas vezes...
Não tens ideia de quantas noites passou ele a sugar tubifex de entre o lixo no fundo dos charcos.

Espero ter-te esclarecido.
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Ricardo Monteiro

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Localização : Porto/Vila Real
Mensagens : 820
Data de inscrição : 02/04/2008
Gostos : 2


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 15:50Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Helder Oliveira escreveu:

Deve ter idade suficiente para poder ter sido um pioneiro no ramo e talvez tenha conhecimento suficiente para te fazer pensar duas vezes...

Tb é preciso ver que é por pessoas como esse Sr. que hoje existem os híbridos e aberrações que existem no mercado, em apistos então ... uiii ... Isto claro está, não pretendendo fazer o meu comentário despiciendo a toda a dedicação e mérito que se pode depreender ao ver essas imagens.

Mas, nem tanto ao mar nem tanto À terra.

Just my 3/4er cent. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Helder Oliveira

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Nome Real : Helder Oliveira
Localização : Zurique, Suiça
Mensagens : 559
Data de inscrição : 12/03/2010
Gostos : 30


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 16:04Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Ricardo Monteiro escreveu:
Helder Oliveira escreveu:

Deve ter idade suficiente para poder ter sido um pioneiro no ramo e talvez tenha conhecimento suficiente para te fazer pensar duas vezes...

Tb é preciso ver que é por pessoas como esse Sr. que hoje existem os híbridos e aberrações que existem no mercado, em apistos então ... uiii ... Isto claro está, não pretendendo fazer o meu comentário despiciendo a toda a dedicação e mérito que se pode depreender ao ver essas imagens.

Mas, nem tanto ao mar nem tanto À terra.

Just my 3/4er cent. Wink

Por acaso o criador de apistos nada tem a ver com o citado no meu anterior post. O criador é checo e o tal da boina é suíço. Este ultimo, sendo também criador por passatempo, não apura espécies e mantém-nas o mais puras possível. A descoberta do Aphyosemion hera é da responsabilidade dele.
Quanto ao checo, faz o mesmo que faz qualquer outro até mesmo em Portugal ou em qualquer lugar do mundo, nada tendo isto a ver com o que o Cable estava a tentar cavar.

De qalquer modo, obrigado pelos comentários, mal ou bem reportado, são os factos que que se podem apurar dentro das portas de quem exporta maioritariamente para a Alemanha, de onde os portugueses adoram comprar...
Voltar ao Topo Ir em baixo 

cable-man

PatrocinadorPeixeFauna


Nome Real : Adalberto Pereira
Localização : Tomar - Portugal
Mensagens : 982
Data de inscrição : 01/11/2008
Gostos : 40


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 16:11Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

a minha pergunta nao foi disfarçada, foi bem clara.
Nao sei de que parte dos charcos veem nem umas nem outras, pela simples razao que nao sei que charcos sao.
A minha pergunta prendia-se com saber como é que na mesma agua, contaminada pela mesma poluiçao e mesmos patogenicos, é possivel umas larvas serem limpas, e outras nao.
Era este o sentido da minha pergunta.

A minha pergunta foi honesta e sincera, aparentemente toquei num nervo que nao conhecia.

Quanto a passagem das larvas numa rede por agua limpa, ainda me hasde explicar como é que isso retira as bacterias e parasitas que elas possam ter no interior.

Quanto ao senhor ser dono de uma empresa de comida conhecida...
alem dos hibdriods, ligados directamente a aquariofilia, posso te dizer que o Sr. Dr. Egas Moniz foi premio nobel da medicina... Inventou a lobotomia!!!!!
Sabes o que se pensa e sabe hoje acerca dessa inovadora e maravilhosa intervençao cirurgica a martelo e escopro??
Ser velho nao é sinonimo de ser inteligente, e apenas sinonimo de ser velho.
Tal como ha putos inteligentes e burros, ha velhos inteligentes e burros. Ha em todas as idades.

A minha pergunta era honesta e sicera, se nao queres ou nao sabes responder diz so que nao sabes ou nao queres.
Eu costumo argumentar as minhas respostas que acredito serem verdadeiras. Posso estar errado, e os argumentos tambem, mas tenho os meus e estou aberto a novos e fundamentados argumentos que me façam mudar de opiniao.
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Helder Oliveira

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Nome Real : Helder Oliveira
Localização : Zurique, Suiça
Mensagens : 559
Data de inscrição : 12/03/2010
Gostos : 30


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 17:03Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

cable-man escreveu:
a minha pergunta nao foi disfarçada, foi bem clara.
Nao sei de que parte dos charcos veem nem umas nem outras, pela simples razao que nao sei que charcos sao.
A minha pergunta prendia-se com saber como é que na mesma agua, contaminada pela mesma poluiçao e mesmos patogenicos, é possivel umas larvas serem limpas, e outras nao.
Era este o sentido da minha pergunta.

Pela sua simples localização ainda que dentro do mesmo charco e pela sua dieta.
Uns vivem no meio do lixo e comem literalmente lixo, ao passo que os outros vivem perto da superfície e à superfície alimentando-se sobretudo de plancton.


A minha pergunta foi honesta e sincera, aparentemente toquei num nervo que nao conhecia.

Não, não tocaste em nervo algum, mas em três post seguidos, não consigo ler perguntas claras...

Quanto a passagem das larvas numa rede por agua limpa, ainda me hasde explicar como é que isso retira as bacterias e parasitas que elas possam ter no interior.

Pelo simples facto da experiência já ter mostrado que as larvas brancas e pretas muito, mas muito raramente poderão estar na origem da introdução de parasitas nos aquarios, ao passo que com os outros dois é precisamente o contrario. Dos mais comuns são por ex. os parasitas intestinais.
Para tratares devidamente o tubifex podes contar com umas duas a três semanas a trocar de agua todos os dias e com medicamentos. Eu pensava, não duas mas, minimo umas três vezes antes de dar tubifex aos meus peixes. Mesmo depois de tratado...


Quanto ao senhor ser dono de uma empresa de comida conhecida...
alem dos hibdriods, ligados directamente a aquariofilia, posso te dizer que o Sr. Dr. Egas Moniz foi premio nobel da medicina... Inventou a lobotomia!!!!!
Sabes o que se pensa e sabe hoje acerca dessa inovadora e maravilhosa intervençao cirurgica a martelo e escopro??
Ser velho nao é sinonimo de ser inteligente, e apenas sinonimo de ser velho.
Tal como ha putos inteligentes e burros, ha velhos inteligentes e burros. Ha em todas as idades.

Tens toda a razão!
Em relação aos híbridos já respondi ao Ricardo, à idade, foi para que não me viesses dizer que ele era muito novo para ter sido um pioneiro e não para conciliares idade com inteligencia...
e a inteligencia dele, bem, não posso viver dia-a-dia ao lado dele para ver até que ponto é inteligente ou não, mas um tipo que cria uma das maiores empresas do ramo e a fornecer para a Europa toda deve ter pelo menos os minimos do conhecimento. Ou vamos voltar a velha discussão que a maioria não sabe o que vende...?

É que também tenho lido bastante por este forum que fulanos tal e coisa é que são os maiores porque têm muitos anos de experiência...não é assim?

A minha pergunta era honesta e sicera, se nao queres ou nao sabes responder diz so que nao sabes ou nao queres.
Eu costumo argumentar as minhas respostas que acredito serem verdadeiras. Posso estar errado, e os argumentos também, mas tenho os meus e estou aberto a novos e fundamentados argumentos que me façam mudar de opinião.

Eu também argumento as minhas respostas quando são verdadeiras pois quando não tenho a certeza nem tão pouco as dou. Também eu sou aberto a novos argumentos ainda que venham contradizer os existentes, desde que devidamente fundamentados. E não sou dos que vão pesquisar ao Google para responder num instante com um Copy/paste....

Se for necessária a tal entrevista, estás a vontade. Aí poderás tu comprovar ou não o conhecimento do Hermann Romer.

Espero ter argumentado alguma coisa e respondido às tuas questões.


Voltar ao Topo Ir em baixo 

cable-man

PatrocinadorPeixeFauna


Nome Real : Adalberto Pereira
Localização : Tomar - Portugal
Mensagens : 982
Data de inscrição : 01/11/2008
Gostos : 40


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 21:03Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

bem, tres posts seguidos de perguntas, eu fiz a quetsao 1 vez.
Da segunda repeti, a mesma questao.
e a terceira, mais uma vez.

A parte da busca de google para copiar e colar, nao creio que seja para mim.

A discussao de que a maioria das lojas nao sabem o que vendem, nao me cabe a mim argumentar, cada um que se defenda.

A mim, nao e facil alguem me ouvir dizer que alguem sabe muito porque tem muitos anos de experiencia. Disse ja muitas vezes, isso sim, que alguem ja tem muita experiencia e com isso aprendeu muito. O senhor Pablo Teepot é um bom exemplo disso.

A parte que realmente interessa, as larvas.
Viver no meio do lixo, num lago, nao é sinonimo de parasitas. ate porque o que chamas de lixo, nao é mais do que o mesmo que se acumula no teu filtro do aquario.
Os camaroes do mar comem as porcarias mais nojentas, nem por isso deixam de ser os que gostamos mais de comer. Pelo menos eu, prefiro um camarao bem frito do que um coelho.

Agora, a parte de passar larvas por agua para as livrar de parasitas...
O problema das larvas vermelhas de boa qualidade, nos discus pelo menos, nao é o que trazem dentro mas sim o seu efeito no tracto intestinal dos discus.
Nao é normal, e estou apenas a falar de comida congelada, nao é normal um parasita que vive a temperatura de 20º sobreviver a temperatura de congelamento de 20 ou 22 negativos.
O que acontece, no caso dos discus pelo menos, é que o tracto intestinal dos discus nao esta prepararado para processar grandes quantidades de larva. E se for fornecida uma dieta continuada de larva vermelha, estas vao danificar o trato digestivo, e os parasitas QUE JA EXISTEM no discu vao-se aproveitar da debilidade do sistema e é quando aparecem os sintomas.

MAS isto tanto e valido para larvas de mosquito vermelhas, pretas, azuis, cor de rosa ou as bolinhas. Se das um alimento de dificil digestao, o peixe fica com problemas. Seja que alimento for.

Dai, a minha pergunta:

Porque nao em vez de teres o tubifex (que ja agora aproveito para dizer que nunca vi isso, nem utilizei e nem vendi) 3 semans de molho em agua, nao o congelas simplesmente a 25ºnegativos durante 2 ou 3 dias.
Tenho a certeza que nao vai haver parasitas a sobreviver ao processo. Tal como nao sobrevivem nas larvas vermelhas, nas cor de rosa, nas brancas, nas amarelas, nas artemias, no krill ou no que quer que seja.

O pessoal dos killis usa quantidades massivas de larva vermelha.
Se os parasitas estivessem nas larvas, os bichos nao se aguentavam.
A diferença, é que os killies aos quais se da a larva estao preparados para digerir e em grandes quantidades.
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Helder Oliveira

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Nome Real : Helder Oliveira
Localização : Zurique, Suiça
Mensagens : 559
Data de inscrição : 12/03/2010
Gostos : 30


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 21:35Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

ok ok, já entendi.

Não consigo perceber é o porquê de só apanharem os alimentos de que aqui falamos em aguas contaminadas. Sim, aguas contaminadas, porque com excepção das larvas pretas nenhum dos outros se encontra em aguas limpas. Apenas como exemplo, na Suiça já quase não se encontram larvas brancas devido ao continuado tratamento de aguas. As vermelhas e tubifex foram praticamente exterminados e este ultimo ainda proibida a sua reprodução.

Tubifex e larvas vermelhas habitam e no meio do lixo, literalmete lixo, e este é muito diferente do que se encontra no meu aquario ou no aquario de qualquer um.
Se não sabes o que é tubifex, deves encontrar isso no google também mas com certeza aqui alguem no PF já postou sobre isso.

Quanto a passar por agua para livrar de parasitas, devias ter atenção ao que escreves pois não te disse que passar por agua os ia livrar de parasitas, apenas disse que bastava passar por agua e servir aos peixes.

Aconselho-te a ler muito bem a biologia de todos os alimentos vivos comuns, é um must para quem alimenta os seus peixes com eles.

Quase todos os peixes comem larvas vermelhas mas não são apenas os discus que adoecem, existem diversos ciclideos que não as podem comer.

E para finalizar, nem todas os seres vivos são eliminados a um congelamento de -22, muitas vezes nem com o congelamento instantaneo. Existem diversas especies que sobrevivem e uma delas são as Hydras.

como ja te tinha dito anteriormente, as minhas respostas sao fundamentas. e insisto, se quiseres aprender sobre comida viva é só dizeres o nome e terei o maior prazer em te mostrar onde vivem, como se apanham, tratam, pros e contras.

Aqui dou este assunto por terminado, mas se quiseres abrir um topico sobre comidas vivas ou congeladas... talvez passe por lá...
Voltar ao Topo Ir em baixo 

cable-man

PatrocinadorPeixeFauna


Nome Real : Adalberto Pereira
Localização : Tomar - Portugal
Mensagens : 982
Data de inscrição : 01/11/2008
Gostos : 40


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Sab 06 Nov 2010, 22:40Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Helder Oliveira escreveu:

...
Não consigo perceber é o porquê de só apanharem os alimentos de que aqui falamos em aguas contaminadas. Sim, aguas contaminadas, porque com excepção das larvas pretas nenhum dos outros se encontra em aguas limpas. Apenas como exemplo, na Suiça já quase não se encontram larvas brancas devido ao continuado tratamento de aguas. As vermelhas e tubifex foram praticamente exterminados e este ultimo ainda proibida a sua reprodução.
...

Nao percebi.
Estas a dizer que as larvas mencionadas so se apanham em aguas contaminadas? todas? brancas, pretas, vermelhas e tubifex?

Se assim é, sao aguas contaminadas com o que?
E se sao aguas contaminadas, como é que as larvas brancas sao melhores que as vermelhas?

atençao, pergunto sem nenhum tipo de ironia.


a parte de ser so passar por agua e servir as larvas brancas.
Tinhas dito que as larvas brancas era so passar por agua e servir aos peixes.
O tubifex tinha se ser lavado durante semanas.
Se a passagem nao e para eliminar os parasitas, duas perguntas:
1 -Porque as passas por agua?
2 - Porque é que o tubifex tem de estar semanas?
serve para retirar o que afinal a passagem por agua?
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Gameiro

Membro
Membro


Nome Real : Fabio Gameiro
Localização : Quinta do Conde - Sesimbra
Mensagens : 523
Data de inscrição : 08/03/2010
Gostos : 75


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Dom 07 Nov 2010, 02:47Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

bem pelo que percebi o tubifex deve absorver uma parte dos " lixos " da agua onde vive, posto isto ao estar " de molho " varios dias suponho que vai como que " limpar " o seu organismo, agora se continua com parasitas ou nao, se faz mal ou nao isso nao sei ^^ mas estou atentamente a ler o topico pois sempre vou aprendendo qualquer coisa hehehe

ja agora excelente reportagem helder Wink
5**
Voltar ao Topo Ir em baixo 

antlou

Membro
Membro


Nome Real : António Lourenço
Localização : Almada
Mensagens : 164
Data de inscrição : 25/05/2008
Gostos : 15


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Seg 08 Nov 2010, 11:43Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Obrigada pela partilha Helder.
confesso que já li o post inicial para ai umas 5x há ali muita informação a retirar. A nivel de texto e das...fotos. Partilho a ideia de qto mais simples melhor.
Tens alguma foto dos filtros que aparecem nos aquarios mais pequenos?
Em relação à comida viva disponivel....confesso que só tenho é inveja não ter acesso à mesma com a mesma facilidade.
Embora não tenha nada haver com o tópico inicial não resisto contar a minha experiencia em relação ao tubifex: Colhi durante alguns anos no rio Tejo relativamente perto da casa onde morava numa zona poluida. Passava todos os dias por agua durante uma semana e depois alimentava os meus peixes. Nunca notei nada de especial. Só tenho é pena não ter disponibilidade de tempo para estas aventuras.
Se tiveres fotos daqueles aquarios todos "verdes"que falas...
Cumprimentos
António

Voltar ao Topo Ir em baixo 

Helder Oliveira

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Nome Real : Helder Oliveira
Localização : Zurique, Suiça
Mensagens : 559
Data de inscrição : 12/03/2010
Gostos : 30


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Seg 08 Nov 2010, 18:07Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Boas António

Os aquarios mais pequenos não têm filtros, apenas uma mangueira de ar com a pedra porosa na ponta, como podes ver nas fotos postadas. Em relação a aquas verdes, vês também alguns nas fotos, não tirei muitas e a qualidade é fraca porque sou um zero a fotografar mas havia la alguns com algas para todos os gostos... mesmo alguns quase sem luz e outros completamente ás escuras.

Eu cheguei a comprar Tubifex do Tejo para ir pescar quando estava em Portugal.

Abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Fernando Bagatelas

Administ.PeixeFauna
Administ.PeixeFauna


Nome Real : Fernando Bagatelas
Localização : Portalegre
Mensagens : 7438
Data de inscrição : 03/07/2009
Gostos : 509


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Seg 08 Nov 2010, 20:30Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Boas Helder


Os aquarios mais pequenos não têm filtros, apenas uma mangueira de ar com a pedra porosa na ponta

Com que frequencia sao feitas as TPAs desses aquarios?

Um abraço
Fernando Bagatelas
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Helder Oliveira

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Nome Real : Helder Oliveira
Localização : Zurique, Suiça
Mensagens : 559
Data de inscrição : 12/03/2010
Gostos : 30


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Seg 08 Nov 2010, 20:42Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Boas

Sim, os pequenos não têm filtros como se pode confirmar na foto. foi tirada do chão e os aquas estão por cima da porta mas pode ver-se que apenas existe a entrada de ar e os peixitos lá dentro. As TPA's efectuam-se cerca de 7 a 10 dias. nunca antes de uma semana e não mais que 1 semana e meia.

Abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo 

João Carecho

Moderador EspecificoPeixeFauna
Moderador EspecificoPeixeFauna


Nome Real : João Carecho
Localização : Coimbra
Mensagens : 590
Data de inscrição : 10/02/2013
Gostos : 14


MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Qua 08 Out 2014, 14:50Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Tópico Arquivado
Motivo: O presente tópico foi arquivado por falta de actividade.
08.10.2014

-- Assinatura --
Sempre às ordens,
João Carecho

Aquatic Productions

Moderador EspecíficoPeixeFauna do Sub-Fórum Ciclídeos
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Conteúdo patrocinado





MensagemAssunto: Re: Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas   Hoje à(s) 09:03Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.

Voltar ao Topo Ir em baixo 

Ciclídeos - A Oficina do Motz- o Mágico dos Apistogramas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Peixefauna :: Água Doce ::  Ciclideos :: Ciclídeos Americanos :: Cíclideos Sul Americanos - Anões-