Peixefauna
Bem-vindo(a) ao fórum PeixeFauna.
Para poder aceder livremente à nossa comunidade, terá que efectuar Login.
Se ainda não é membro registe-se agora.




 
InícioInício  Conectar-seConectar-se  Registrar-seRegistrar-se  
Aquoporto

 

Hyphessobrycon amandae

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem

Ricardo Monteiro
avatar

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Localização : Porto/Vila Real
Mensagens : 821
Data de inscrição : 02/04/2008
Gostos : 2


MensagemAssunto: Hyphessobrycon amandae   Seg 18 Jan 2010, 19:51Este Tópico está bloqueado. Você não pode editar as mensagens ou responder.




Família - Characidae

Distribuição - Bacia do Rio Araguaia, Brasil. Cursos de água tributários, de fundo arenoso e de pouca profundidade; serve-se da vegetação das margens para refúgio e local de desova.

Tamanho - Até 2,5 cm, sendo que em média não atinge mais de 2 cm de comprimento.

Temperatura - entre 23º e 28º C.

Condições do seu habitat - Prefere águas moles e ligeiramente ácidas - 1-10 dGH e PH de 5,5 a 7 - ricas em elementos orgânicos, pelo que a sua manutenção em aquário deverá ser feita com um PH ideal de 6,5 e uma dureza total de entre 1 a 5º dGH.

Alimentação - Sendo omnívoro, irá alimentar-se practicamente de tudo aquilo que lhe possamos oferecer. Eu mantenho os H. amandae que possuo com flocos da melhor qualidade, dáfnias liofilizadas e artémia com espirulina. Naturalmente que a introdução de alimentos vivos na sua dieta melhorará substancialmente as condições físicas destes pequenos caracídeos, pelo que deve ser feita com regularidade. Ao alimentar é necessário ter em atenção o tamanho com que os alimentos são distribuídos, uma vez que possuem uma boca muito pequena.

Dimorfismo sexual - As fêmeas são tendencialmente maiores e redondas que os machos, que aparecem como peixes mais delgados e até com um aspecto mais frágil. Em algumas fontes é referido o facto de os machos terem as cores mais fortes e definidas, dado que eu não comprovo a partir dos espécimens que mantenho em casa, de entre os quais as fêmeas apresentam os habituais tons laranjas mais fortes.

Reprodução - A reprodução pode ser facilmente induzida num aqua de volume ideal de 50 L, de fundo arenoso e com musgo onde os peixes se possam sentir mais confortáveis. Os parâmetros de água serão os já referidos acima, sendo aconselhável no entanto aumentar um pouco a temperatura. A reprodução em si pode ser feita em grupo - um pequeno cardume de 12 indivíduos de ambos os sexos - ou separando dois espécimens, que pelo comportamento apresentado evidenciem ser um casal. Se se pretender iniciar a reprodução de H. amandae com seriedade, recomenda-se vivamente a alimentação diária a partir de culturas de alimentos vivos. Os indivíduos adultos são retirados após a postura, uma vez que não hesitarão em comer os ovos. As crias nascem então ao fim de 24 a 36 horas, devendo ser alimentadas com infusórios, até terem tamanho suficiente para aceitar artémia eclodida. Começam por nadar livremente ao 3º ou 4º dia.

Observações - Pertencendo ao género Hemigrammus, o estatuto taxonómico de todas as espécies Hyphessobrycon é actualmente Incertae sedis, isto é, indeterminado. O genus Hyphessobrycon é actualmente usado para mais de 100 espécies de pequenos caracídeos, pelo que uma revisão vem sendo advogada pelos especialistas, de onde resultaria a inclusão de algumas espécies em diferentes ou novas ordens taxonómicas.
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Hyphessobrycon amandae

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Peixefauna :: Água Doce :: Fichas Técnicas :: Peixes-