Peixefauna
Bem-vindo(a) ao fórum PeixeFauna.
Para poder aceder livremente à nossa comunidade, terá que efectuar Login.
Se ainda não é membro registe-se agora.




 
InícioInício  LoginLogin  Registrar-seRegistrar-se  
Aquoporto
Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!551
 

Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem

Cinthia Emerich

Convidado Especial


Localização: Londrina - PR, Brasil
Mensagens: 69
Data de inscrição: 24/07/2009
Gostos: 7


MensagemAssunto: Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!   Sex 21 Ago 2009, 08:43Responder ao tópico



Boas

Não é complicado quando você quer um peixe ou planta nova e vai pesquisar a respeito antes de comprar, mas quando digita o “nome popular” aparecem vários peixes/plantas diferentes? Ou então você está conversando com outro aquarista e ele fala que comprou um cardume de Hyphessobrycon megalopterus e você fica sem ter nem idéia do que seu amigo está falando?

Justamente para evitar confusões entre espécies existe o chamado “nome científico” que é diferente para cada uma das espécies que conhecemos. Neste artigo você vai ler sobre: a origem do nome científico, as diferentes classificações, como se escrever corretamente e como pronunciá-lo.

A origem

Para se entender um assunto você tem que entender a sua história e é isso que vamos fazer agora.

Vamos voltar no tempo, mais precisamente para 1735 quando o naturalista sueco Carl von Linné (mais conhecido por Lineu) publicou o livro Systema Naturae, onde propôs um sistema de classificação biológica coerente, que serviu de base para os sistemas modernos.

Antes disso não havia critérios para a classificação dos organismos e foi ele quem deu a idéia de agrupá-los de acordo com certas semelhanças.

Os agrupamentos usados na classificação biológica são chamados de categorias taxonômicas. Destas, a mais básica é a espécie biológica, definida como um conjunto de seres semelhantes, capazes de se cruzar em condições naturais, produzindo descendência fértil. A partir da espécie derivam as outras categorias taxonômicas.

Por exemplo, o Apisto cacatuoides e o Apisto borelli são consideradas espécies diferentes, mas, por serem muito semelhantes, estão reunidas em uma categoria hierarquicamente superior, o Gênero, neste caso denominado Apistogramma, que agrupa diversas espécies de Apistos.

Gêneros que apresentam semelhanças quanto a características importantes são reunidos em uma categoria hierarquicamente superior, a Família. Por exemplo, os Ramirezi, embora não pertençam ao gênero Apistogramma, são semelhantes aos apistos o bastante para serem classificados na família Cichlidae. Famílias semelhantes são agrupadas em Ordens, que são agrupadas em Classes; reunidas em Filos e estes compõem os Reinos.

Nomenclatura binomial

Lineu tornou universal um sistema para denominar as espécies que ficou conhecido como nomenclatura binomial. Nesse sistema, o nome científico de um organismo é sempre composto por duas palavras, a primeira para designar o gênero e a segunda, a espécie.

Bandado e Trifasciata, por exemplo, pertencem ao mesmo gênero Apistogramma; seus nomes científicos completos são, respectivamente, Apistogramma bitaeniata e Apistogramma trifasciata. Segundo a nomenclatura, os nomes dos organismos devem ser escritos em latim e destacados no texto onde aparecem, podendo tanto ser impresso em itálico, negrito ou sublinhado. Além disso, a primeira letra do nome do gênero deve ser sempre escrita em maiúscula e a da espécie, em letra minúscula.

Regras de Pronúncia

Em minha opinião, tão importante quanto escrever corretamente é saber pronunciar o nome da mesma forma. Não digo isso apenas por ser bióloga e lidar constantemente com estes nomes, mas por ser um costume que facilita a comunicação entre as pessoas e deve ser praticado em todos os momentos das nossas vidas.

No latim, temos algumas regrinhas básicas na hora da pronúncia e agora iremos vê-las:

- Y pronuncia como i:
Apistogramma gephyra = Apistogramma géfira
Pterophyllum scalare = Pterofíllum scalare
Vesicularia dubyana = Vesiculária dubiana
Cryptocoryne undulata = Criptocorine undulata

- CH pronuncia como K:
Eleocharis parvula = Eleokáris párvula
Blyxa echinosperma = Blíksa ekinosperma
Eichhornia azurea = Eikórnia azúrea
Trichopsis pumila = Trikópsis púmila
Tanichthys albonubes = Taniktis albonubes
Crossocheilus siamensis = Crossokéilus siamensis

- G pronuncia como G antes de a, o, u e como GU antes de e ou i:
Osphronemus goramy = Osfronemus gorami
Nannostomus marginatus = Nanóstomus marguinatus
Carnegiella strigata = Carneguiélla strigata
Potamogeton gayii = Potamogueton gáiii

- X pronuncia como CS ou KS:
Blyxa japonica = Blíksa japonica
Paracheirodon axelrodi = Parakeirodon akselrodi
Hyphessobrycon herbertaxelrodi = Ifessobricon herbertakselrodi
Pristella maxillaris = Pristella maksilaris
Hexanematichthys seemanni = Eksanematiktis seemánni

- OE e AE são pronunciados como E:
Aulonocara baenschi = Aulonocara benski
Aulonocara ethelwynae = Aulonocara etelvine
Corydoras pygmaeus = Coridoras pigmeus
Limnobium laevigatum = Limnóbium levigatum
Nymphaea stellata = Ninféa stellata

- PH pronuncia como F:
Trigonostigma heteromorpha = Trigonostigma eteromorfa
Hyphessobrycon megalopterus = Ifessobricon megalopterus
Pseudotropheus demasoni = Pseudotrofeus demasoni
Hygrophila polysperma = Igrófila polisperma
Myriophyllum aquaticum = Miriofíllum aquáticum
Nymphaea micrantha = Ninféa micranta

- Ti seguido de vogal pronuncia Ci:
Bolbitis heudelotii = Bolbitis heudeloci
Puntius titteya = Puncius titteia

- Ti precedido por S, X, T, continua sendo pronunciado como Ti:
Moenkhausia pittieri = Menkausia pitieri

- o sufixo OIDES pronuncia-se como OÍDES:
Nymphoides aquatica = Ninfoídes aquática
Ceratopteris thalictroides = Ceratopteris talictroídes
Azolla filiculoides = Azólla filiculoídes
Myriophyllum hippuroides = Miriofíllum ippuroídes
Hemianthus micranthemoides = Emiantus micrantemoídes

Acentuação:

No latim, apenas a penúltima e antepenúltima sílaba levam acentuação tônica, ou seja, palavras paroxítonas e proparoxítonas.

Como localizar a sílaba tônica em palavras de mais de duas sílabas

A sílaba que serve de base para localizar a tônica é sempre a penúltima, sendo assim:

- Se a vogal dessa sílaba for seguida de x ou z ou de duas consoantes a tônica será nesta mesma sílaba.
Dicrossus = Dicróssus
Pterophyllum = Pterofíllum
Azolla = Azólla
Myriophyllum = Miriofíllum

- Se na penúltima sílaba ouver ditongo a tônica estará também nesta sílaba.
Nymphaea = Ninféa
Dichaea = Dikéa

- Se a vogal da penúltima sílaba for seguida de outra vogal, o acento tônico estará na antepenúltima.
Vesicularia = Vesiculária
azurea = azúrea
gayii = gáiii
Limnobium = Limnóbium

- Nos compostos de color o acento estará na antepenúltima.
bícolor ; díscolor ; trícolor

- O i pode influenciar na acentuação quando estiver na penúltima sílaba, a palavra será uma proparoxítona.
Hygrophila = Higrófila
Rotala wallichii = Rotala wállikii
Apistogramma agassizi = Apistograma agássizi


Sei que no começo tudo isso pode parecer bem complicado e muita coisa para se aprender, mas com a prática se torna muito simples e em pouco tempo você estará pronunciando os nomes sem nem pensar nas regras!!

Boa sorte com a sua pronúncia!
Cinthia Emerich

Artigo Original

-- Assinatura --
Cinthia Emerich
Voltar ao Topo Ir em baixo 

AquaBen

Criador


Localização: Amora
Mensagens: 812
Data de inscrição: 01/03/2009
Gostos: 38


MensagemAssunto: Re: Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!   Sex 21 Ago 2009, 22:56Responder ao tópico

Olá, Xin…
Lineu ia gostar de ler esta tua “aula”, e visto que Lineu já não está cá para te agradecer agradeço eu…

Parabéns e muito obrigado... Very Happy
Beijos, até breve

-- Assinatura --
José Bentes
APC"134"; APK "214"
https://sites.google.com/site/aquabenfriends/home
Voltar ao Topo Ir em baixo 

aquaoli

Membro Plus
Membro Plus


Localização: cruz de pau amora
Mensagens: 989
Data de inscrição: 01/08/2009
Gostos: 57


MensagemAssunto: Re: Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!   Sab 22 Ago 2009, 00:46Responder ao tópico

Boas
mais um fantastico e completo artigo uma autentica aula obrigado por poderes partilhar e sempre um prazer absorver o que escreves.
abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Rodolfo Silva

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Localização: Entroncamento/Caldas da Rainha
Mensagens: 3527
Data de inscrição: 04/01/2009
Gostos: 142


MensagemAssunto: Re: Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!   Sab 22 Ago 2009, 03:17Responder ao tópico

Viva Cinthia

Bom artigo fez me lembrar os tempos de escola Very Happy

Cumprimentos
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Nuno Duarte

FundadorPeixeFauna
FundadorPeixeFauna


Localização: Soalheira e Viseu
Mensagens: 3331
Data de inscrição: 25/05/2008
Gostos: 78


MensagemAssunto: Re: Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!   Dom 23 Ago 2009, 21:49Responder ao tópico

Olá Xin.
Mais um óptimo artigo, obrigado pela partilha.

-- Assinatura --
Montagens:
DragonRoot II
Voltei novamente
Corysland
Dragonroot I

Se queres que comentem o teu tópico, tenta comentar o dos outros membros Wink
AdminístradorPeixeFauna
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Cinthia Emerich

Convidado Especial


Localização: Londrina - PR, Brasil
Mensagens: 69
Data de inscrição: 24/07/2009
Gostos: 7


MensagemAssunto: Re: Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!   Seg 24 Ago 2009, 00:32Responder ao tópico

Boas

Obrigada pelos elogios!

Logo mais coloco aqui uma lista de nomes de peixes e seus significados Wink

-- Assinatura --
Cinthia Emerich
Voltar ao Topo Ir em baixo 

AquaBen

Criador


Localização: Amora
Mensagens: 812
Data de inscrição: 01/03/2009
Gostos: 38


MensagemAssunto: Re: Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!   Seg 24 Ago 2009, 00:47Responder ao tópico

e posso fazer um pedido que "tradução" de uma espécie de caracol??? mas acho que o sistema não vai deixar...é aquele que género começa por P. e o especifico é "africana"... Very Happy

beijos

-- Assinatura --
José Bentes
APC"134"; APK "214"
https://sites.google.com/site/aquabenfriends/home
Voltar ao Topo Ir em baixo 

nenilima

Recém chegado
Recém chegado


Localização: manaus amazonas
Mensagens: 1
Data de inscrição: 22/09/2010
Gostos: 0


MensagemAssunto: Re: Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!   Qua 22 Set 2010, 17:35Responder ao tópico

olá espero que possas esclarecer minha dúvida, aqui costumamos falar characidade="caracide", no entanto li em algum lugar certa ves que familias são proparoxítonas, logo a pronuncia correta seria = "carácide".

isso está correto?
vc me entendeu?
obg.

Aline
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Nomes Científicos: Complicado falar? Nem tanto!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Peixefauna ::  :: -