Peixefauna
Bem-vindo(a) ao fórum PeixeFauna.
Para poder aceder livremente à nossa comunidade, terá que efectuar Login.
Se ainda não é membro registe-se agora.




 
InícioInício  Conectar-seConectar-se  Registrar-seRegistrar-se  
Aquoporto
 

plantados low-tech

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem

Alvaro Coelho
avatar

Membro
Membro


Nome Real : Alvaro Coelho
Localização : barreiro
Mensagens : 491
Data de inscrição : 12/03/2012
Gostos : 27


MensagemAssunto: plantados low-tech   Qua 23 Jan 2013, 23:14Responder ao tópico

como de plantados não percebo nada,depois de ler num topico de um nosso membro:


Conseguir este verde das plantas sem substracto fertil, fertelização liquida ou tablets, nem CO2, é um desafio enorme, é preciso ter muita paciencia e dedicação.

As plantas demoram muito tempo a adaptarem-se, mas depois é sobre rodas ( para teres uma noção no de 200 litros tenho a echinidoro tenellus e o primeiro runner só apareceu depois de 4 meses.
Mas depois é bonito apreciar o nosso trabalho, e claro sem muita manutenção apenas as TPa´s e limpeza do filtro de 6 em 6 meses.

bem...depois de ler este comentario decedi pesquisar e encontrei este texto sobre low-tech,espero que gostem e seja util a alguem Very Happy

pedia aqui tambem o que pensam,o que concordam ou discordam:


Como montar um plantado low-tech?
Montar um aquário plantado pela primeira vez pode ser uma tarefa difícil. Existe um vasto leque de informação na Internet, contudo nem todos têm a “papinha” realmente feita, cabendo ao aquariofilista a árdua tarefa de andar de site em site, fórum em fórum, à procura do que realmente interessa. Porém, no meio de tanta pesquisa, por vezes encontramos opiniões ou até mesmo artigos contraditórios àquilo que já lemos ou temos como base, confundindo assim, os novatos deste hobby. Assim sendo, o autor do artigo combinou todo o seu conhecimento e experiência num único artigo, facilitando assim todos aqueles que queiram seguir a linha de um aquário plantado low-tech, ajudando a entender a sua ciência.

1 - Introdução
Entende-se por aquário low-tech, um aquário que não possuiu injecção de CO2 (seja ela caseira ou de qualquer outra forma), e que não necessita de todo o equipamento avançado que um aquário high-tech tem ao seu dispor. Este tipo de aquários (low-tech) utiliza níveis de luz mais baixos comparados com os high-tech. Contudo, os aquários low-tech têm as suas vantagens e desvantagens quando equiparados aos aquários high-tech, tais como:

Vantagens:
Não são necessários testes ou TPAs (Nota: Esta regra apenas se aplica em aquários densamente plantados);
Reduzido número de podas devido ao crescimento mais lento das plantas;
Pequena dosagem de fertilizantes, e muito esporadicamente;
Não existe o risco de existir na coluna de água CO2 em excesso, que posteriormente pode causar asfixia à fauna presente no aquário;
Em caso de mudança repentina dos parâmetros da água (nutrientes, picos de amónia, plantas ou peixes em decomposição), o crescimento das algas revela-se mais lento que num aquário high-tech, permitindo assim que o aquariofilista tenha mais tempo para intervir.

Desvantagens:
As plantas crescerem mais lentamente e a ausência de resultados a curto prazo, pode desanimar o aquariofilista;
Pode ser complicado manter algumas espécies de plantas que são dependentes de grandes níveis de CO2.

2 - Ciência de um aquário plantado

A inexistência do aumento de CO2 no aquário low-tech leva a que o crescimento das plantas seja inferior em aquários como o caso dos high-tech. Devido às baixas taxas de crescimento, as taxas absorção são igualmente baixas. Algumas plantas podem por vezes sobreviver apenas com os nutrientes fornecidos a partir de resíduos de peixes e alimentos, todavia surge a desvantagem do desequilíbrio de nutrientes (N, P, K) a longo prazo uma vez que os resíduos dos peixes e até mesmo a sua alimentação encontram-se com os valores desproporcionais. Como é óbvio, esta situação irá retardar o crescimento de algumas plantas.
Para fazer face a esta situação, é possível adicionar micro e macro nutrientes (N, P, K) em pequenas quantidades e muito esporadicamente (1 vez por semana ou 1 vez a cada duas semanas). Para se evitar o acumulo destes nutrientes, podemos abortar a dosagem dos nutrientes uma vez a cada dois meses, com o intuito das plantas absorverem qualquer excesso de nutrientes que possam estar na coluna de água.

3 - Precauções
Não aumente a iluminação! Níveis altos de iluminação combinados com baixos níveis de CO2 criam boas condições para a instalação de algas no aquário. As plantas tendem a ter mais dificuldades em se adaptarem a estas condições, já as inimigas algas encontram nestas condições, um aliado à sua proliferação.
Certifique-se também que não realiza nenhuma TPA! Isto deve-se ao facto da água da torneira ter uma quantidade diferente de CO2 dissolvido em relação à água presente no aquário. Ao executar TPAs regularmente, estamos a contribuir para que haja oscilações de CO2, oferecendo assim um ambiente perfeito para que as algas começam a tomar conta do aquário. Apenas se deve repor a água evaporada. (Nota: A regra de não mudar a água só deve ser aplicada em aquários densamente plantados. Caso pretenda um aquário levemente plantado deve-se realizar, pelo menos, uma TPA de 25% a cada semana.)

4. Como montar um aquário plantado low-tech, sem CO2
4.1. - Substrato
Em primeiro lugar, é recomendável a utilização de uma camada leve de turfa no fundo do aquário. Algumas pessoas preferem utilizar substratos derivados do solo (terra). Esta é certamente uma opção viável, todavia é preciso ter cuidado com alguns dos riscos envolvidos na utilização de substratos à base de terra. O principal problema reside no facto de não sabermos o que está presente no substrato que tencionamos usar no aquário. Podemos correr o risco de introduzir toxinas ou parasitas, caso o solo esteja contaminado pelos mesmos.

4.2. - Iluminação
As lâmpadas desempenham um papel extremamente importante em qualquer aquário plantado. Digamos que são a força motriz da fotossíntese nas plantas. No caso dos aquários low-tech, sem injecção de CO2 é crucial não exagerar na iluminação. Não cometa o erro de supor que mais lâmpadas, mantidas por longos períodos, fará com que as plantas cresçam melhor ou mais rapidamente, antes pelo contrário, esta situação apenas será benéfica para o surgimento de algas. Certifique-se de nunca usar mais de 2 watts por gallon (1 gallon = 3,78 litros), sendo 1,5 watts por gallon o aconselhado. Como é sabido, devemos utilizar lâmpadas com espectro entre 5500k a 8000k.
Após a montagem do aquário, é aconselhável um fotoperiodo de apenas 6 horas, contudo, passadas algumas semanas depois da montagem, deve-se aumentar para 8 a 9 horas.

4.3. - Plantar
Este passo é o mais importante num aquário low-tech. É necessário plantar densamente o aquário, tão densamente que quando visto de cima, apenas seja possível ver 10-15% do substrato. Devemos ter pelo menos 50% de plantas de crescimento rápido. Estas irão ajudar a absorver os nutrientes na coluna de água e ajudar no seu ciclo. À medida que as plantas de crescimento rápido crescem e se estabelecem, podemos ir alterando-as por outras espécies que desejemos manter. Deve-se sempre manter uma grande quantidade de massa vegetal. Podas drásticas podem levar a surtos de algas devido a uma mudança brusca na quantidade da massa vegetal presente no aquário.

4.4. – Filtro
Certifique-se que tem um bom filtro, com caudal adequado (4 a 5 vezes o volume do aquário por hora) e que este permite uma boa circulação de água. Isto ajuda a dispersar os nutrientes uniformemente entre as plantas e evita áreas estagnadas, onde as plantas não recebem nutrientes, definhando e dando origem a algas. Utilize um filtro sem carvão activado, uma vez que este neutraliza os nutrientes presentes na coluna de água do aquário.

4.5. – Peixes
Depois de montar o aquário, aguarde entre uma ou duas semanas para ver como este se comporta e para ver como as plantas reagem. Verifique também se os parâmetros da água estão correctos. Se tudo estiver dentro dos parâmetros e caso tenha o aquário densamente plantado, então pode ir em frente e adicionar um par de comedores de algas por exemplo. Passadas 2-3 semanas, e se tudo está a seguir o rumo certo, então sim, pode adicionar os restantes peixes. Seria boa ideia ir adicionando peixes em pequenas quantidades ao longo das próximas semanas.

4.6. – Fertilização
De acordo com as recomendações de Tom Barr, segue-se a seguinte dosagem a ser utilizada uma vez por semana ou uma vez a cada duas semanas, para um aquário de 20 gallons (em caso de aquários com litragem diferente, é só adequar a dosagem):
1 / 4 colher de chá do SeaChem Equilibrium (Micros e Cálcio+Magnésio) - (1,42 ppm Ca, Mg 0,42 ppm, 3,43 ppm de K e 0,02 ppm de FE)
1 / 8 colher de chá de KNO3 (Nitrato de Potássio) - (5,27 ppm de NO3 e 3,32 ppm de K)
1 / 32 colher de chá de KH2PO4 (Fosfato de Potássio) - (1,61 ppm de PO4 e 0,66 ppm de K)
Convêm ter em mente que, como TPAs são desnecessárias, devemos subestimar a dose necessária de fertilização a fim de evitarmos o acumulo de nutrientes na coluna de água a longo prazo. Caso note que as plantas apresentam carências, pode sempre aumentar um pouco a dose. Para além disto, convém relembrar que devemos suspender fertilizações uma vez por mês, ou então a cada dois meses. Isto, e como já referido acima, irá permitir que as plantas se alimentem de qualquer excesso de nutrientes presente no aquário.

4.7. – Manutenção
A manutenção de um aquário low-tech baseia-se em:
Fertilização reduzida uma vez por semana ou a cada duas semanas;
Suspender a fertilização ocasionalmente, com o objectivo de eliminar possíveis excessos de nutrientes;
Podar as plantas esporadicamente para assegurar uma boa circulação de água no aquário;
Aspirar cuidadosamente o areão a fim de eliminar excessos de detritos;
Alimentar os peixes todos os dias;
Realizar uma grande TPA (60-70%) depois de uma poda drástica ou depois da reorganização das plantas, uma vez que esta envolve contacto com o substrato, podendo o mesmo entrar em contacto com a coluna de água, originando um surto de algas!
Como podem ver, é possível criar excelentes montagens usando técnicas low-tech, sendo necessário apenas alguma paciência!

Escrito por Helder Barbosa
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Pedro Santos
avatar

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Localização : Barcelos - Braga
Mensagens : 4935
Data de inscrição : 14/02/2012
Gostos : 251


MensagemAssunto: Re: plantados low-tech   Qua 23 Jan 2013, 23:41Responder ao tópico

Boas!

Obrigado pela partilha!

Apenas dei uma leitura rápida pois o tempo agora nao permite mais mas vai ser um tópico para ler com muita atenção!

Coloca os créditos de onde retiraste a informação!

Abraço!
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Alvaro Coelho
avatar

Membro
Membro


Nome Real : Alvaro Coelho
Localização : barreiro
Mensagens : 491
Data de inscrição : 12/03/2012
Gostos : 27


MensagemAssunto: Re: plantados low-tech   Qui 24 Jan 2013, 00:22Responder ao tópico

é de lembrar que estes creditos se devem ao sr Helder Barbosa.

fica aqui tambem outro link com informação sobre plantados low-tech

http://www.aquapaisagismo.com/category.php?id_category=57
Voltar ao Topo Ir em baixo 

Vera Santos
avatar

Old SchoolPeixeFaunaOld SchoolPeixeFauna


Localização : Estoril, Portugal
Mensagens : 11608
Data de inscrição : 27/12/2009
Gostos : 499


MensagemAssunto: Re: plantados low-tech   Qui 24 Jan 2013, 00:43Responder ao tópico

Alvaro Coelho escreveu:
é de lembrar que estes creditos se devem ao sr Helder Barbosa.

fica aqui tambem outro link com informação sobre plantados low-tech

http://www.aquapaisagismo.com/category.php?id_category=57

E tens permissão do Helder Barbosa para colocares aqui? É que ele postou isto num fórum nosso concorrente!
Voltar ao Topo Ir em baixo 

CRISTIAN
avatar

Moderador EspecificoPeixeFauna
Moderador EspecificoPeixeFauna


Nome Real : Cristian Rat
Localização : Alter do Chao
Mensagens : 3042
Data de inscrição : 26/09/2012
Gostos : 128


MensagemAssunto: Re: plantados low-tech   Qua 04 Set 2013, 10:37Responder ao tópico

Boas!Como o Vera já disse se não tiveres a permissão deste senhor para a utilização do seu artigo vamos ter que apagar este tópico.Aguardo resposta!

-- Assinatura --
ModeradorEspecífico do Sub-Fórum Iniciação à aquariófilia / Plantados
Voltar ao Topo Ir em baixo 

plantados low-tech

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Peixefauna :: Água Doce ::  As Nossas Montagens :: Plantados-